buscar

Morar em Portugal 2023: brasileiros pensam em mudar de país

Cada vez mais pessoas estão falando "vou mudar para Portugal", mas você sabe no que implica fazer uma mudança para morar em outro país? Arrume as malas e prepare bem a família se é isso mesmo que você deseja, mas antes saiba de todas as informações sobre a sua nova casa, faça a mudança apenas se estiver preparado.
Publicado em Viagem dia 27/01/2023 por Alan Corrêa

Cada vez mais pessoas estão falando “vou mudar para Portugal”, mas você sabe no que implica em fazer uma mudança para morar em outro país?

Arrume as malas e prepare bem a família se é isso mesmo que você deseja, mas antes saiba de todas as informações sobre a sua nova casa, faça a mudança apenas se estiver preparado. Afinal de contas, você não quer ser mais um voltando arrependido da decisão, não é mesmo?

Brasileiros buscam por benefícios e segurança

Porto, Portugal (unsplash / Nick Karvounis)

De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), o número de brasileiros morando em Portugal vem crescendo ano a ano. Os brasileiros representam 29,2% da comunidade estrangeira em situação regular no país, totalizando 233.138 residentes. Em dezembro de 2022, Portugal registrou mais de 757 mil estrangeiros com residência no país.

Dados do SEF indicam que houve aumento de 58.365 novos moradores no país somente em 2022, sendo o sétimo ano consecutivo com aumento de imigrações. Além dos brasileiros, as principais comunidades estrangeiras em Portugal são do Reino Unido, Cabo Verde, Índia, Itália, Angola, França, Ucrânia, Romênia e Nepal. Dados do Google Trends mostram que a busca por “cidadania portuguesa” aumentou significativamente em outubro devido às eleições presidenciais.

Segundo Tammy Cavaleiro, da Você Português, os motivos que levam os imigrantes a escolherem Portugal podem ser atribuídos à situação de desemprego elevada no Brasil, à escassez de oportunidades e ao crescente aumento dos custos de vida. Ela afirma que o salário mínimo no Brasil não é suficiente para cobrir esses custos.

“Além disso, há algumas questões que nem os altos salários compram: segurança dentro e fora de casa, qualidade de vida, tranquilidade ao andar nas ruas. São vários os benefícios que motivam os brasileiros de diversas classes sociais a buscarem uma nova vida em Portugal”, disse.

Curiosidade: Entenda o significado de moço em Portugal

Nos últimos tempos, muitos brasileiros mudaram para Portugal em busca de uma vida melhor, para essas pessoas a dica é estudar sobre a língua e as regras de educação daquele país.

Vila Nova de Gaia, Portugal (unsplash / @renancaraujo)

Apesar de Brasil e Portugal terem uma linguagem bem próxima, algumas palavras podem causar confusão por ter significado diferente em cada região.

Um bom exemplo de palavra que pode causar muita confusão é a palavra “moço“. Que em Portugal tem um significado diferente do Brasil.

Em Portugal, o termo “moço” se refere a meninos e rapazes até aos 15 ou 16 anos, ou seja, garotos de pouca idade.

Chamar alguém com mais idade de “moço” pode ser considerado uma ofensa, portanto é melhor usar outros termos como “homem” ou “senhor”.

O mesmo vale para a palavra “moça”, a menos que seja uma jovem, não é muito educado usar esse termo.

Brasileiros buscam a cidadania portuguesa

Ponte 25 de Abril, Lisbon, Portugal (unsplash / @bananablackcat)

Portugal é conhecido como o destino mais procurado entre os brasileiros que buscam começar uma nova vida no hemisfério ocidental. Segundo dados do Serviço de Fronteiras e Estrangeiros de Portugal, dos 700 mil estrangeiros que vivem no país, cerca de 30% são brasileiros. A nacionalidade brasileira é a mais presente em Portugal, com uma população quatro vezes maior do que a dos ingleses, que formam a segunda maior comunidade estrangeira no país.

A possibilidade de se conseguir um visto permanente através de investimentos, conhecido como “Golden Visa”, é outro fator que pode influenciar na escolha dos brasileiros por Portugal. Essa modalidade é uma espécie de visto especial concedido a estrangeiros que investem na economia portuguesa. De acordo com a advogada Hellen Garcia, advogada do escritório Bastos Freire Advocacia, para se obter a cidadania portuguesa através do “visto gold”, é necessário investir cerca de 250 mil euros. No entanto, esse valor pode ser ainda maior.

“O investimento mínimo de duzentos e cinquenta mil euros equivale a quase um milhão e meio de reais, mas pode ser ainda maior”, contou a advogada.

“Existem duas possibilidades para o destino do dinheiro: o montante pode ser utilizado para realizar a compra de um imóvel cujo preço atinja o valor mínimo estabelecido por Portugal ou, então, ser alocado no país através da transferência do capital. Esse valor pode ser investido em empresas e no mercado de capitais, por exemplo”, completa Hellen.

A opção de Portugal como destino para imigração é atrativa para muitos brasileiros devido à língua semelhante e à possibilidade de obtenção de cidadania através do “Golden Visa”, um visto especial concedido a estrangeiros que investem na economia portuguesa. Segundo dados do Serviço de Fronteiras e Estrangeiros de Portugal, cerca de 30% dos 700 mil estrangeiros que vivem no país são brasileiros, sendo a nacionalidade mais presente. A iniciativa do “Golden Visa” existe desde 2012 e já movimentou mais de 6,6 bilhões de euros, com mais de 18 mil cidadanias concedidas a investidores estrangeiros e membros da família. Com a modalidade, os estrangeiros têm direito a residência no país e a viajar para vários países da União Europeia.

*Com informações do Dino.