buscar
Saúde

Retinoblastoma: Tiago Leifert fala de tratamento da filha

O nome Tiago Leifert é amplamente conhecido e associado a programas de sucesso, como o Big Brother Brasil e diversos projetos na Rede Globo. No entanto, a vida do apresentador mudou radicalmente quando sua filha, Lua, foi diagnosticada com retinoblastoma, um câncer ocular raro, com menos de um ano de idade.
Publicado em Saúde dia 14/09/2023 por Alan Corrêa

O nome Tiago Leifert é amplamente conhecido e associado a programas de sucesso, como o Big Brother Brasil e diversos projetos na Rede Globo. No entanto, a vida do apresentador mudou radicalmente quando sua filha, Lua, foi diagnosticada com retinoblastoma, um câncer ocular raro, com menos de um ano de idade.

Lua, agora com 2 anos, está travando uma corajosa batalha contra essa doença desafiadora que afeta diretamente os olhos. Tiago Leifert e sua esposa, a jornalista Daiana Garbin, decidiram compartilhar sua história em uma recente entrevista no programa “Pânico”, da Jovem Pan, para aumentar a conscientização sobre o retinoblastoma e a importância do diagnóstico precoce.

Um Diagnóstico Difícil

A história de Tiago Leifert e sua família nos lembra da importância da conscientização sobre doenças raras e da necessidade de diagnóstico precoce.

O retinoblastoma é um câncer ocular que afeta principalmente crianças pequenas. Quando Tiago e Daiana receberam o diagnóstico, a vida deles mudou drasticamente. Tiago compartilhou em detalhes os desafios dessa jornada em busca da cura para a filha. “Ela está tratando ainda. A gente não considera em fase de controle, tecnicamente. Com criança é diferente. A gente segue muito em cima e com muito frio na barriga ainda”, explicou Tiago na entrevista.

A jornada tem sido cheia de altos e baixos, e a família tem enfrentado obstáculos consideráveis, especialmente devido à natureza agressiva da doença. “A gente pegou nos dois olhos dela, no grupo E, que é o pior possível. O grupo E, as chances de salvar é muito pequena, e graças a Deus a gente tá conseguindo”, afirmou Tiago. A revelação da gravidade da situação ressalta a importância de campanhas de conscientização e educação sobre o retinoblastoma, para que outros pais possam estar mais alertas aos sinais precoces.

Uma Infância Normal Dentro do Possível

Uma das coisas que mais tocam nessa história é a determinação de Lua em ser uma criança normal, apesar das circunstâncias. Tiago Leifert compartilhou que Lua é uma típica criança de dois anos, cheia de energia, brincalhona e curiosa. “Ela é terrível, ela é uma criança de dois anos daquela clássica, que derruba tudo, que quebra tudo, que gosta de pular, gosta de aprontar. Mas a gente tem que interromper a infância dela diversas vezes, para ir no GRAACC [Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer], para olhar como está o tratamento”, explicou o apresentador.

A capacidade de Lua de encontrar alegria na vida, mesmo enfrentando um desafio tão grande, é uma inspiração para todos. Ela não permite que o retinoblastoma a impeça de explorar o mundo, rir e brincar, e essa resiliência é admirável.

A Importância da Conscientização

Durante a entrevista, Tiago Leifert e Daiana Garbin também destacaram a importância da campanha “De Olho nos Olhinhos”, idealizada por eles. A campanha visa aumentar a conscientização sobre o retinoblastoma e educar os pais sobre os sintomas e sinais precoces que podem levar a um diagnóstico mais rápido.

Tiago Leifert enfatizou como a falta de informação sobre a doença teve um impacto direto em sua própria experiência. Ele admitiu que, se soubesse dos sintomas, teria levado sua filha ao oftalmologista pelo menos três meses antes, o que poderia ter feito uma diferença significativa no tratamento. “Se eu soubesse dos sintomas, eu tinha levado minha filha pelo menos três meses antes no oftalmo. A gente teria pego um pouco melhor”, lamentou.

A conscientização é fundamental para salvar vidas e minimizar o impacto de doenças como o retinoblastoma. O casal está empenhado em garantir que outras famílias não enfrentem os mesmos desafios devido à falta de informação.

A Dedicação de Tiago Leifert

Tiago Leifert deixou sua carreira profissional momentaneamente para estar ao lado de sua filha durante o tratamento. Ele compartilhou como a decisão de se afastar temporariamente de seu trabalho foi difícil, especialmente quando teve que abrir mão de narrar a final da Copa do Mundo em 2022. “Eu ia narrar a final no Globoplay, estava amarradão. Ela [Lua] teve uma recidiva, o câncer voltou. Descobri na quinta-feira e avisei o pessoal que ia ter quimio no domingo [dia do jogo]. Passei a final com ela no colo, anestesiada. Foi aquele dia que eu falei: ‘Vou parar, senão eu vou pirar'”, relatou Tiago.

Sua dedicação exemplar à filha e à conscientização sobre o retinoblastoma é um testemunho de amor e compromisso de um pai. Lua tem a sorte de ter o apoio incondicional de seus pais em sua jornada para a cura.