buscar

Qual a diferença de caminhão basculante e caçamba? Entenda como funciona

Um caminhão basculante, conhecido também como caminhão-caçamba ou caçamba, é um veículo equipado com uma caçamba articulada na parte traseira, utilizado principalmente em obras de terraplanagem, demolição, escavação e transporte de materiais a granel.
Publicado em Caminhões dia 2/07/2023 por Alan Corrêa

Um caminhão basculante, conhecido também como caminhão caçamba, é um veículo equipado com uma caçamba articulada na parte traseira, utilizado principalmente em obras de terraplanagem, demolição, escavação e transporte de materiais a granel.

Para atender às diversas demandas do mercado e garantir eficiência nas operações de transporte, é essencial contar com uma frota de veículos variada. Nesse contexto, os caminhões basculantes se destacam como uma opção estratégica devido às suas possibilidades e benefícios no transporte de cargas.

No entanto, as empresas que utilizam caminhões basculantes precisam se adequar às novas exigências do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) para circular de forma segura e regular.

Um caminhão basculante Mercedes-Benz Arocs (High Contrast)

Com o objetivo de fornecer informações completas sobre os caminhões basculantes, incluindo suas novas regras e medidas para garantir maior segurança no basculamento, apresentamos este guia abrangente. Acompanhe a leitura e mantenha-se atualizado sobre o assunto!

O caminhão basculante é um veículo versátil e prático, devido à sua caçamba articulada, que permite a elevação da carroceria para descarga por gravidade. É comumente utilizado em obras de construção civil, transporte de materiais como areia, terra, brita e outros itens a granel.

O funcionamento do caminhão basculante é viabilizado por sistemas hidráulicos acionados pelo motor, que bombeiam óleo para acionar o pistão responsável por erguer e recolher a carroceria. Nos modelos mais recentes, o basculamento pode ser realizado de forma rápida por meio de um botão de ativação na cabine. Em caminhões mais antigos, os controles costumam ser localizados sob o banco do motorista ou externamente.

6×4 com reboque basculante de 2 eixos (Johann H. Addicks / Wikimedia)

Existem diferentes tipos de caminhões basculantes, cada um com características específicas de capacidade e configuração dos eixos. Os mais utilizados são:

É importante considerar a quantidade e o tipo de material a ser transportado ao escolher o caminhão basculante mais adequado para cada situação.

Além da versatilidade, os caminhões basculantes oferecem diversas vantagens, como agilidade no processo de carga e descarga, devido à possibilidade de carregamento com máquinas de grande capacidade, como carregadeiras. Esses veículos também proporcionam segurança no transporte, graças à sua estrutura metálica rígida, que evita a queda de resíduos durante o deslocamento.

A inclusão de caminhões basculantes na frota pode ser uma estratégia inteligente, devido às vantagens e benefícios que esse tipo de veículo oferece para o transporte de cargas (Joachim Gundlach)

No entanto, devido aos riscos envolvidos no basculamento de cargas, é necessário estabelecer regras mais rígidas para garantir a segurança dos motoristas, dos colaboradores envolvidos e da carga transportada. Os caminhões basculantes têm potencial para acidentes, especialmente quando circulam com a caçamba erguida.

Em resposta a essa necessidade, o CONTRAN promulgou a Resolução n° 859 em agosto de 2021. Essa resolução estabelece uma série de novas regras para os caminhões basculantes, visando evitar o acionamento da caçamba enquanto o veículo estiver em movimento.

A nova regulamentação exige a implantação de um mecanismo de segurança baseado nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Esse mecanismo impede que o caminhão acione a bomba de elevação quando estiver acima de 10 km/h, limitando a velocidade do veículo quando o basculamento é acionado. Essa medida visa evitar acidentes causados pelo levantamento acidental da caçamba.

Apesar da criação da Resolução 563 em 2015, que originalmente exigia a instalação de dispositivos de segurança para evitar o acionamento da caçamba em movimento, muitos caminhões basculantes circulam sem esses dispositivos. De acordo com uma pesquisa da Federação Nacional da Inspeção Veicular (FENIVE) realizada em 2018, mais da metade dos caminhões basculantes em circulação no país apresentam algum problema mecânico, sendo que 8% desses problemas estão relacionados à ausência ou defeitos nos dispositivos de segurança.

As novas regras estabelecidas pelo CONTRAN têm o objetivo de reduzir os acidentes envolvendo caminhões basculantes, tornando obrigatória a implantação dos dispositivos de segurança e a conformidade com as normas técnicas da ABNT. Essas medidas visam garantir a segurança dos condutores, dos trabalhadores e da carga transportada, promovendo uma operação mais segura e eficiente.

Hoje, praticamente todos os caminhões basculantes operam por hidráulica, com uma variedade de configurações, cada uma projetada para realizar uma tarefa específica nas cadeias de limpeza, suprimentos e de materiais de construção. Os principais tipos são:

Base Rodoviária de Calcário Suportando 200 Toneladas (TCSGT)

Esses são alguns dos principais tipos de caminhões basculantes utilizados atualmente, cada um adaptado para atender às necessidades específicas de transporte e descarga de diferentes materiais e em diferentes setores da indústria.

*Com informações do Governo-MS e Detran-SP.