Para focar em carros elétricos, Volkswagen pode vender a Bugatti

Depois de salvar a italiana Bugatti da decadência em 1998, a Volkswagen pode estar pensar em colher os frutos deste trabalho.

Carros
Publicado em 21/09/2020 por Alan Corrêa
Para focar em carros elétricos, Volkswagen pode vender a Bugatti

O mundo dos negócios não pode ser movido na emoção e o Grupo WV sabe disso, o futuro dos carros é elétrico e por isso ela quer focar neste mercado, para isso está negociando a venda da icônica marca para a Rimac, empresa croata que fez sua fama com carros rápidos e inovadores.

Conhecida por seus supercarros de alto luxo, a montadora foi adquirida pelo Grupo Volkswagen e se destacou no mundo todo com sua ótima performance, um dos destaques é o Bugatti Chiron Super Sport, o carro de produção mais rápido do mundo, chegando à marca de 490,48 km/h em agosto de 2019.

Segundo a revista alemã Manager Magazin, esse foi um dos assuntos centrais da última reunião do conselho administrativo da Volkswagen. A fabricante tem alguma pressa em resolver a situação, com o CEO da VW, Herbert Diess, esperando firmar contratos ainda em 2020.

Só que a “venda” da Bugatti não a faria necessariamente sair do guarda-chuva da Volkswagen. Isso porque a Porsche é dona de 15,5% das ações da Rimac, e pretende aumentar a participação para até 49%. Essa injeção de capital será a forma de viabilizar que a Rimac assuma o comando da Bugatti.

*Com informações da 4Rodas, Olhar Digital e Tecmundo.

Fusne

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em comprar online. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e tristezas nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe...

Vamos Bater um Papo?