buscar
Mundo

Donald Trump vai encarar a justiça americana

Na terça-feira (4), Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, comparecerá a um tribunal em Nova York para enfrentar acusações criminais e apelar judicialmente - sendo o primeiro ex-presidente na história americana a ser denunciado.
Publicado em Mundo dia 31/03/2023 por Alan Corrêa

Na terça-feira (4), Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, comparecerá a um tribunal em Nova York para enfrentar acusações criminais e apelar judicialmente – sendo o primeiro ex-presidente na história americana a ser denunciado.

A acusação é por suborno à atriz pornô Stormy Daniels para que ela mantivesse silêncio sobre seu relacionamento sexual com ele, enquanto Trump era casado com Melania.

O valor pago de US$ 130 mil foi feito por seu advogado particular, Michael Cohen, antes das eleições de 2016, nas quais Trump saiu vitorioso. Cohen, condenado a três anos de prisão em 2018, afirmou que pagou a pedido de seu chefe e candidato à presidência.

Por que Trump está sendo acusado?

Na quinta-feira (30/03), ocorreu o indiciamento de um ex-presidente dos EUA em um grande júri em Nova York, tornando-o o primeiro a enfrentar acusações criminais.

Trump é acusado de ter pago a atriz de filmes adultos, Stormy Daniels, US$ 130 mil para manter silêncio sobre um caso extraconjugal que alegou ter tido com ele em 2006. Embora o pagamento em si não seja ilegal, os promotores alegam que a maneira como foi registrado nas contas da Organização Trump equivale à falsificação de registros comerciais.

Além disso, os promotores poderiam argumentar que isso viola a lei eleitoral, já que a tentativa de ocultar o pagamento foi motivada por não querer que os eleitores soubessem do caso extraconjugal. No entanto, este não é um caso simples e há poucos precedentes para acusações semelhantes.

Trump deverá cooperar com as autoridades

A razão pela qual o ex-presidente foi indiciado não foi divulgada, mas a decisão de apresentar a acusação foi tomada pelo promotor distrital de Nova York, Alvin Bragg. Ele convocou um júri para determinar se havia provas suficientes para processar Trump e, na tarde de quinta-feira, o júri decidiu indiciá-lo. Os detalhes das acusações não serão divulgados até que sejam lidos por um juiz.

Os advogados de Trump indicaram que ele cooperará com as autoridades e, portanto, não será emitido um mandado de prisão contra ele. Ainda não está claro como e quando Trump comparecerá à cidade de Nova York para sua prisão formal e primeira audiência perante o tribunal, dada a natureza histórica do tema e preocupações de segurança. É provável que ele use seu próprio avião particular para chegar a um dos vários aeroportos de Nova York e, em seguida, vá de carro até o tribunal em Manhattan.

*Com informações do UOL e TV Brasil.