buscar
Notícias

Compositor João Donato morreu aos 88 anos

O cenário musical brasileiro amanheceu mais triste nesta segunda-feira (17), com a notícia do falecimento de João Donato, aos 88 anos de idade, no Rio de Janeiro. O cantor, compositor, multi-instrumentista e arranjador deixou sua marca indelével na história da música brasileira e internacional. Sua morte foi consequência de uma infecção pulmonar pela qual havia sido internado na semana anterior.
Publicado em Notícias dia 17/07/2023 por Alan Corrêa

O cenário musical brasileiro amanheceu mais triste nesta segunda-feira (17), com a notícia do falecimento de João Donato, aos 88 anos de idade, no Rio de Janeiro. O cantor, compositor, multi-instrumentista e arranjador deixou sua marca indelével na história da música brasileira e internacional. Sua morte foi consequência de uma infecção pulmonar pela qual havia sido internado na semana anterior.

A notícia da partida do artista foi divulgada pelo perfil oficial de João Donato no Instagram, que emitiu uma mensagem comovida: “Hoje o céu dos compositores amanheceu mais feliz: João Donato foi para lá tocar suas lindas melodias. Agora, sua alegria e seus acordes permanecem eternos por todo o universo”.

O velório do mestre da música será realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com o horário a ser divulgado em breve. Após as homenagens, o corpo de Donato será cremado no Memorial do Carmo.

Falecimento de João Donato: Brasil perde um ícone da música (Thiago Piccoli/Wikimedia)

A notícia da partida de João Donato também reverberou nas redes sociais. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou suas condolências pelo Twitter, afirmando que o Brasil perdeu hoje um dos maiores e mais criativos compositores do país. Ele elogiou a trajetória do artista, que nasceu no Acre e construiu sua carreira no Rio de Janeiro, deixando composições que se espalharam pelo mundo. Lula lembrou que Donato era versátil, transmutando entre samba, bossa nova, jazz e forró, criando algo único e mantendo sua criatividade até o fim.

A ex-presidente Dilma Rousseff também prestou suas homenagens nas redes sociais, destacando que a música popular brasileira está de luto pela partida do gênio musical profundamente identificado com o país.

Artistas também usaram suas plataformas para se despedir do grande João Donato. Marcos Valle, compositor e cantor, publicou uma mensagem no Instagram, desejando uma boa viagem ao seu amigo, parceiro e ídolo, esperando que ele seja recebido com muita música e cores no além.

A trajetória musical de João Donato começou cedo, influenciado pelo pai, que tocava bandolim, e pela mãe, que cantava. Aos 5 anos, o menino já tocava acordeon. Em sua jornada, participou de importantes eventos musicais e teve contato com renomados artistas, destacando-se em gravações e arranjos para grandes nomes da música brasileira.

Sua mudança para os Estados Unidos nos anos 50 permitiu que desenvolvesse sua fusão musical única, combinando jazz com a música latina. Autor de composições memoráveis como “Amazonas”, “A Rã”, “Lugar Comum”, “Simples Carinho” e “Nasci para Bailar”, João Donato deixou um legado que será eternamente lembrado pelo povo brasileiro.

Em 2016, seu álbum “Donato Elétrico” foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Instrumental e também foi reconhecido como o 11º melhor álbum brasileiro do ano pela revista Rolling Stone Brasil.

Com a partida de João Donato, o Brasil e o mundo perdem um dos maiores talentos musicais de sua geração, deixando um vazio que será preenchido apenas pelas doces melodias que ecoarão eternamente em nossos corações. Nossos sentimentos aos familiares, amigos, músicos que o inspiraram e fãs ao redor do globo. Descanse em paz, João Donato! Sua música continuará viva e pulsante entre nós.

*Com informações da Agência Brasil e Wikipedia.