buscar

Casa de repouso: dicas para escolher um asilo de idosos

Cuidar de um ente querido idoso pode ser uma tarefa desafiadora e exigente, especialmente quando não se tem tempo suficiente para dar a assistência necessária. Nesses casos, uma opção que muitas pessoas consideram é a escolha de um asilo de idosos.
Publicado em Vida dia 5/05/2023 por Alan Corrêa

Cuidar de um ente querido idoso pode ser uma tarefa desafiadora e exigente, especialmente quando não se tem tempo suficiente para dar a assistência necessária. Nesses casos, uma opção que muitas pessoas consideram é a escolha de um asilo de idosos.

Porém, a escolha de um asilo de qualidade e confiável pode ser uma decisão difícil, já que é importante ter a certeza de que o seu ente querido estará em boas mãos e receberá a atenção e cuidado necessários. Abaixo, seguem algumas dicas para ajudar você a escolher um bom lugar.

Antes de tudo, é importante visitar mais de um espaço antes de tomar uma decisão. Assim, você poderá comparar os diferentes serviços oferecidos e ter uma ideia mais clara sobre o que esperar de cada instituição.

Visite vários asilos: É importante visitar mais de um asilo antes de tomar uma decisão. Assim, você poderá comparar os diferentes serviços oferecidos e ter uma ideia mais clara sobre o que esperar de cada instituição.

Uma das primeiras coisas a se observar é a limpeza e a higiene das instalações. É importante verificar a limpeza dos banheiros, quartos e áreas comuns. Além disso, preste atenção no cheiro e na aparência geral do local.

Outro ponto importante a ser observado é a alimentação oferecida aos residentes. Verifique o cardápio e observe a qualidade e a variedade das refeições oferecidas. Além disso, verifique se há opções adequadas para pessoas com restrições alimentares.

A segurança é outro aspecto importante a ser verificado. O espaço deve ter medidas de segurança adequadas para garantir a segurança dos residentes. Isso inclui portas trancadas, vigilância 24 horas e acesso restrito a áreas perigosas.

Verifique a limpeza e a higiene: As instalações do asilo devem ser limpas e higiênicas. Observe a limpeza dos banheiros, quartos e áreas comuns. Preste atenção também no cheiro e na aparência geral do local.

Observe também a qualidade da equipe, incluindo médicos, enfermeiros e cuidadores. Certifique-se de que a equipe é treinada e experiente em cuidar de idosos. É importante ter uma equipe qualificada para garantir que o residente receba a atenção necessária.

As atividades oferecidas também são importantes. O estabelecimento deve oferecer uma variedade de atividades para os residentes, como jogos, música, atividades físicas e recreação. Essas atividades são importantes para manter a saúde física e mental dos idosos.

As políticas de visitação devem ser claras e adequadas às necessidades dos residentes. Verifique se há horários flexíveis e se os familiares podem visitar a qualquer hora. É importante manter um bom contato com a família e amigos do residente.

A localização deve ser conveniente para a família e os amigos do residente, de modo que seja fácil visitar e acompanhar o idoso. Isso pode ajudar a manter um contato mais próximo com o residente e garantir que ele esteja recebendo a atenção necessária.

Pesquisar as avaliações e opiniões de outras pessoas sobre o lugar que você está considerando também é importante. Verifique se há reclamações ou elogios sobre o atendimento e a qualidade dos serviços oferecidos. Isso pode ajudar a tomar uma decisão mais informada.

Por fim, verifique as opções de pagamento oferecidas pelo asilo, incluindo o custo total e as opções de financiamento. Certifique-se de que o local seja acessível financeiramente.

50 Dicas de como escolher um bom asilo de idosos

Verifique a segurança: O asilo deve ter medidas de segurança adequadas para garantir a segurança dos residentes. Isso inclui portas trancadas, vigilância 24 horas e acesso restrito a áreas perigosas.

A escolha de um asilo de qualidade e confiável pode ser uma decisão difícil, já que é importante ter a certeza de que o seu ente querido estará em boas mãos e receberá a atenção e cuidado necessários. Abaixo, seguem dez dicas para ajudar você a escolher um bom asilo de idosos.

  1. Visite várias opções: Antes de tomar uma decisão, visite diferentes asilos e avalie as instalações, o ambiente e o atendimento aos idosos.
  2. Verifique as referências: Peça referências de familiares e amigos, bem como de profissionais de saúde e assistentes sociais.
  3. Pesquise na internet: Procure informações sobre asilos de idosos na internet, incluindo avaliações e comentários de ex-residentes e familiares.
  4. Verifique as licenças: Certifique-se de que o asilo esteja devidamente licenciado e regulamentado pelas autoridades competentes.
  5. Avalie a segurança: Verifique se o asilo possui medidas de segurança adequadas, como câmeras de vigilância, cercas e portões de segurança.
  6. Analise a localização: Considere a proximidade do asilo da família e amigos, bem como da infraestrutura de serviços, como hospitais, farmácias e supermercados.
  7. Verifique as instalações: Avalie a qualidade das instalações, como a limpeza, o conforto dos quartos, a acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida e a qualidade da alimentação.
  8. Conheça a equipe: Converse com a equipe do asilo, incluindo os cuidadores, enfermeiros e médicos, para avaliar sua experiência e qualificação.
  9. Verifique o plano de cuidados: Certifique-se de que o asilo possui um plano de cuidados individualizado para cada residente, com atividades diárias, terapias e tratamentos médicos.
  10. Avalie as atividades oferecidas: Verifique se o asilo oferece atividades e programas adequados para os idosos, como exercícios físicos, jogos e atividades sociais.
  11. Verifique as políticas de visitas: Certifique-se de que o asilo permita visitas regulares e flexíveis da família e amigos.
  12. Avalie a qualidade do atendimento: Observe como os cuidadores e funcionários tratam os residentes e avalie a qualidade do atendimento prestado.
  13. Verifique as políticas de medicamentos: Certifique-se de que o asilo tenha políticas claras e adequadas para o armazenamento e administração de medicamentos.
  14. Converse com os residentes: Tente conversar com os residentes do asilo para obter suas opiniões e avaliações sobre a qualidade do atendimento e das instalações.
  15. Observe a limpeza: Avalie a limpeza do asilo, incluindo os banheiros, quartos e áreas comuns.
  16. Verifique as políticas de emergência: Certifique-se de que o asilo possua políticas claras e adequadas para lidar com emergências médicas ou situações de crise.
  17. Analise o custo: Verifique os custos do asilo e avalie se eles são compatíveis com a qualidade dos serviços e instalações oferecidos.
  18. Conheça os recursos financeiros: Certifique-se de que o asilo possua recursos financeiros adequados para fornecer serviços de qualidade e sustentabilidade a longo prazo.
  19. Avalie as condições contratuais: Leia atentamente o contrato do asilo e certifique-se de que todas as condições estejam claras e justas.
  20. Analise a reputação do asilo: Verifique se o asilo possui uma boa reputação e histórico de atendimento de qualidade.
  21. Avalie a capacidade de adaptação: Verifique se o asilo possui a capacidade de adaptar o atendimento às necessidades específicas de cada residente.
  22. Observe a interação entre residentes: Observe a interação entre os residentes do asilo para avaliar a dinâmica social e a qualidade do ambiente.
  23. Conheça a política de privacidade: Certifique-se de que o asilo tenha políticas claras e adequadas de privacidade e confidencialidade.
  24. Verifique a disponibilidade de atendimento médico: Certifique-se de que o asilo possua médicos e enfermeiros disponíveis para atender às necessidades médicas dos residentes.
  25. Avalie a qualidade da terapia ocupacional: Verifique se o asilo possui terapeutas ocupacionais qualificados e oferece terapias adequadas para os residentes.
  26. Verifique a qualidade dos cuidados paliativos: Certifique-se de que o asilo possua políticas claras e adequadas para fornecer cuidados paliativos aos residentes que precisam.
  27. Avalie a acessibilidade: Verifique se o asilo possui instalações acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.
  28. Verifique a disponibilidade de atividades recreativas: Certifique-se de que o asilo ofereça atividades recreativas adequadas para os idosos, como passeios, eventos culturais e passeios ao ar livre.
  29. Conheça as políticas de segurança alimentar: Certifique-se de que o asilo tenha políticas claras e adequadas de segurança alimentar para garantir a qualidade da alimentação dos residentes.
  30. Verifique a disponibilidade de assistência espiritual: Certifique-se de que o asilo ofereça assistência espiritual adequada para os residentes que desejam.
  31. Observe a relação custo-benefício: Avalie se o custo do asilo é compatível com a qualidade dos serviços e instalações oferecidos.
  32. Verifique a disponibilidade de cuidados de enfermagem: Certifique-se de que o asilo possua enfermeiros qualificados e disponíveis para fornecer cuidados de enfermagem aos residentes.
  33. Avalie a qualidade do atendimento aos pacientes com demência: Verifique se o asilo possui políticas claras e adequadas para atender às necessidades dos residentes com demência.
  34. Conheça as políticas de comunicação: Certifique-se de que o asilo possua políticas claras e adequadas de comunicação com os familiares dos residentes.
  35. Verifique a disponibilidade de transporte: Certifique-se de que o asilo possua transporte adequado para levar os residentes a consultas médicas e outras atividades.
  36. Analise a qualidade do atendimento aos pacientes acamados: Verifique se o asilo possui políticas claras e adequadas para atender às necessidades dos residentes acamados.
  37. Observe a qualidade do ambiente físico: Avalie a qualidade do ambiente físico do asilo, incluindo a iluminação, o isolamento acústico e a ventilação.
  38. Verifique a disponibilidade de serviços de beleza: Certifique-se de que o asilo ofereça serviços de beleza adequados para os residentes, pode parecer supérfluo, mas isso ajuda na autoestima.
  39. Analise a qualidade do serviço de lavanderia: Verifique se o asilo oferece serviço de lavanderia adequado e com frequência suficiente para atender às necessidades dos residentes.
  40. Conheça a política de administração de medicamentos: Certifique-se de que o asilo possua políticas claras e adequadas para administrar medicamentos aos residentes.
  41. Verifique a disponibilidade de assistência financeira: Certifique-se de que o asilo ofereça assistência financeira adequada para os residentes que precisam.
  42. Conheça a política de admissão: Verifique se o asilo possui uma política clara e justa de admissão, com critérios claros para a seleção de novos residentes.
  43. Analise a qualidade da comida e nutrição: Verifique se o asilo oferece comida de qualidade e nutrição adequada para os residentes.
  44. Avalie a qualidade do atendimento psicológico: Verifique se o asilo possui profissionais qualificados e disponíveis para fornecer atendimento psicológico aos residentes.
  45. Verifique a disponibilidade de acompanhamento em atividades externas: Certifique-se de que o asilo ofereça acompanhamento adequado para os residentes em atividades externas, como passeios e eventos culturais.
  46. Conheça a política de visitas: Verifique se o asilo possui uma política clara e adequada de visitas, com horários e regras estabelecidos para os familiares dos residentes.
  47. Analise a qualidade do atendimento de fisioterapia: Verifique se o asilo possui profissionais qualificados e disponíveis para fornecer atendimento de fisioterapia aos residentes.
  48. Verifique a disponibilidade de serviços de cuidados pessoais: Certifique-se de que o asilo ofereça serviços de cuidados pessoais adequados, como banho e higiene pessoal.
  49. Conheça a política de reabilitação: Verifique se o asilo possui políticas claras e adequadas de reabilitação para os residentes que precisam se recuperar de doenças ou lesões.
  50. Verifique a disponibilidade de tecnologia assistiva: Para aqueles que precisam de ajuda extra, é importante verificar se o asilo possui tecnologia assistiva, como camas hospitalares, cadeiras de rodas, entre outros.

*Com informações do GovBr e UOL.