buscar
Motos

Brasil tem a única fábrica Honda a produzir o câmbio DCT fora do Japão

Este componente de alta tecnologia é empregado nas prestigiadas motocicletas CRF 1100L Africa Twin e NC 750X, ambas também montadas nesta unidade estrategicamente situada no coração da Amazônia.
Publicado em Motos dia 17/08/2023 por Alan Corrêa

Desde o mês de outubro do ano de 2022, a unidade de produção da Honda em Manaus-AM, a pioneira da marca no Brasil, tem se destacado na fabricação do avançado câmbio DCTDual-Clutch Transmission – utilizado nos modelos CRF 1100L Africa Twin e NC 750X. Essas máquinas também são montadas nas instalações localizadas no coração da Amazônia, ressaltando o compromisso com a excelência e a inovação.

A escolha de Manaus como a única localização fora do Japão para a produção do câmbio DCT é uma clara demonstração da aplicação de tecnologia de ponta nos produtos fabricados ali. Desde sua inauguração em 1976, a fábrica da Honda estabelecida em solo brasileiro enfrentou desafios significativos desde seu início.

Desde o início de sua operação em outubro de 2022, a renomada fábrica da Honda localizada em Manaus, Amazonas, tem desempenhado um papel fundamental na produção do sofisticado câmbio DCT (Dual-Clutch Transmission).

A conquista de erguer essa fábrica em um ambiente desafiador como Manaus, que apresentava complexas dificuldades logísticas à época, em um período inferior a um ano, foi apenas o começo das vitórias da Honda no Brasil. Logo em seguida, veio a realização do icônico produto, a Honda CG, que desde sua primeira unidade produzida em solo nacional, destacou-se pela sua adequação às necessidades brasileiras, tanto em termos de robustez quanto de qualidade impecável.

Desde então, a fábrica de Manaus tornou-se um símbolo de orgulho tanto para os habitantes locais quanto para a Honda brasileira. A fábrica cumpriu com determinação as diretrizes do visionário Soichiro Honda, que, durante uma visita ao Brasil nos primórdios da década de 1970, definiu que o país deveria abrigar uma unidade de produção que mantivesse o elevado padrão de qualidade característico da marca.

Este componente de alta tecnologia é empregado nas prestigiadas motocicletas CRF 1100L Africa Twin e NC 750X, ambas também montadas nesta unidade estrategicamente situada no coração da Amazônia.

A trajetória de 46 anos da fábrica da Honda em Manaus culminou na produção de componentes tecnologicamente sofisticados, como o sistema de transmissão DCT. Isso solidifica a unidade de Manaus como um modelo a ser seguido entre as fábricas da Honda globalmente distribuídas. A fábrica não apenas tem a capacidade de produzir mais de 1,5 milhão de unidades por ano (com um recorde de 1.687.436 unidades em 2011), mas também é uma das únicas duas instalações em todo o mundo – a outra sendo a fábrica da Honda em Kumamoto, Japão – autorizadas a fabricar o avançado câmbio DCT.

Atualmente, a Honda de Manaus é responsável pela produção de mais de 20 modelos de motonetas, scooters e motocicletas. A fábrica é notável por sua verticalização, minimizando a dependência de fornecedores externos. Essa característica é especialmente relevante devido à distância entre a fábrica, situada na capital do Amazonas, e outros centros industriais no Brasil. Isso, no entanto, não impediu a fábrica de cumprir sua missão de entregar produtos de alta qualidade e tecnologia, em total alinhamento com os padrões elevados da Honda em escala global.

*Com informações da Honda.