buscar
Notícias

A estação do metrô SP que deveria chamar Paulo Freire deverá ser chamada de Bandeirante Fernão Dias

A estação da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo, que seria nomeada em homenagem ao educador Paulo Freire, teve seu nome alterado para Fernão Dias. Essa mudança gerou controvérsias, já que Paulo Freire é considerado um dos maiores educadores do mundo e patrono da educação brasileira, enquanto Fernão Dias é conhecido como um bandeirante escravocrata e explorador da população indígena.
Publicado em Notícias dia 15/03/2023 por Alan Corrêa

A estação da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo, que seria nomeada em homenagem ao educador Paulo Freire, teve seu nome alterado para Fernão Dias. Essa mudança gerou controvérsias, já que Paulo Freire é considerado um dos maiores educadores do mundo e patrono da educação brasileira, enquanto Fernão Dias é conhecido como um bandeirante escravocrata e explorador da população indígena.

Desde 2013, quando a desapropriação de terrenos para a expansão da linha foi anunciada, o nome de Paulo Freire constava na lista de homenageados para a estação.

Fernão Dias, cujo nome completo era Fernão Dias Pais Leme, foi um explorador português do século XVII que se destacou como bandeirante. Ele ganhou fama por liderar expedições em busca de ouro e pedras preciosas nas áreas centrais do Brasil.

No entanto, a mudança ocorreu antes mesmo do início das obras da estação, que será construída na Avenida Educador Paulo Freire, próxima à Rodovia Fernão Dias. A realização da obra depende de outras desapropriações.

A mudança de nome gerou críticas por parte de educadores, políticos e movimentos sociais, que destacaram a importância de Paulo Freire para a educação brasileira e sua relevância internacional. A decisão do Metrô de São Paulo foi considerada um retrocesso e uma tentativa de apagar a história e a memória de um dos maiores pensadores do país.

A linha atualmente conecta a estação Vila Madalena, localizada na Zona Oeste, à estação Vila Prudente, situada na Zona Leste de São Paulo.

Existe um projeto de expansão que visa estender a linha da estação Vila Prudente até Guarulhos, que faz parte da Região Metropolitana. Na primeira fase do projeto, a expansão se estenderá até a estação Penha, com uma estimativa de conclusão em 2026.

Esta mudança acontece durante a administração de Tarcísio de Freitas (Republicanos), que assumiu o cargo em janeiro de 2023.

*Com informações do G1, Bagarai e CNN.